Texas tem museu dedicado às baratas

| 22 de nov de 2011
Em um lugar onde os museus estão às moscas, existe um que é um barato.

Lá no Texas, barata ir para a praia é esquisito. Mas, aqui no Brasil, é bem normal

Na década de 1980, ele era conhecido como Bug Man (que pode ser traduzido toscamente como Homem Inseto) e comandava um espetáculo infantil chamado Mister Peppermint (Senhor Hortelã – não pergunte pra gente o porquê deste nome, ninguém aqui experimentou o cara pra saber o sabor que ele tem).

Bohdan foi contratado por uma empresa de eliminação de pragas para promover concursos entre pessoas fantasiadas de baratas e virou garoto propaganda do negócio. Ele ficou tão famoso que acabou sendo chamado para participar do programa de TV de Johnny Carson, em 1988, que tinha uma audiência massiva na época.

Logo depois disso, ele teve a ideia de abrir um museu só com baratas.

O lugar é pequeno, mas é – de longe – o museuzinho mais esquisito do Texas, nos EUA.

Neste museu – em que ele trabalharia a noite – ele usaria baratas mortas para compor cenários inusitados. As baratas, é claro, viriam de seu emprego diurno, como exterminador de insetos.

Além de montar ceninhas com baratas mortas vestidas como celebridades, o museu de Bohdan tem verdadeiras relíquias – o que inclui fósseis raros de baratas.

Porém, o que mais causa arrepios no museu é a coleção daquelas baratas gigantes de Magagascar. Bohdam tem 500 delas.
 
Fonte: R7
Visto em: ,