Ouça o Musgo FM, primeiro rádio movido a energia das plantas

| 12 de fev de 2014
Dez musgos geram cerca de 4.5 volts de energia, o suficiente para fazer um rádio tocar durante um minuto e vinte segundos; projeto abre novas fronteiras

O Musgo FM é composto por dez potes de musgos conectados a um capacitor.
Fruto de parceria entre o designer Fabienne Felder e pesquisadores da Universidade de Cambridge, projeto usa uma tecnologia limpa emergente que no, futuro, poderá abastecer até o celular. Trata-se de um experimento que utiliza plantas como fontes de energia.

Dez musgos geram cerca de
4.5 volts de energia .
A técnica, chamada de Células Foto Microbianas Combustíveis (da sigla em inglês Photo-MFCs), coleta os elétrons produzidos pelas plantas durante a fotossíntese e os transforma em energia.

No Musgo FM, são utilizadas dez plantas agrupadas em uma mesa construída com materiais descartados. Elas são conectadas a um capacitor, que gera cerca 4.5 volts.

Capturando somente 0.1% dos elétrons produzidos durante a fotossíntese, o rádio já se manteve ligado durante um minuto e vinte segundos, o suficiente para ouvir Mean Mr. Mustard, uma das canções mais curtas dos Beatles.

Trecho do vídeo mostra o Musgo FM funcionando.
Os pesquisadores esperam que, com pesquisas futuras e desenvolvimento do projeto, o nível de captura de elétrons aumente.

Fabienne Felder vai mais longe: “Se 25% dos londrinos (8.17 milhões de pessoas) carregassem seus celulares por duas horas a cada dois dias utilizando a energia gerada a partir de musgos, seria economizada uma quantidade suficiente para abastecer uma pequena cidade".
Ilustração mostra quais aparelhos poderão abastecidos com energia gerada por musgos.

O time de pesquisadores acredita que a tecnologia se tornará viável comercialmente entre cinco e dez anos. Confira abaixo o vídeo disponibilizado pela equipe no site oficial do projeto:


Fotos: Reprodução / Vimeo Fabienne Felder
Fonte: Exame
Visto em: , ,