"Evangelho" perdido diz que Jesus se casou e teve 2 filhos

| 10 de nov de 2014
Maria Madalena teria sido mulher de Jesus,
segundo manuscrito traduzido
(Foto: The Mirror UK / Reprodução)
O chamado "Evangelho perdido" foi traduzido do aramaico em manuscrito de 1.500 anos, descoberto na Biblioteca Britânica


Jesus não morreu solteiro. Pelo menos é o que afirma um novo “Evangelho” escrito há mil anos em aramaico e traduzido recentemente por dois estudiosos, Barrie Wilsion e Simcha Jacobovici, que conta que o Messias teria se casado com Maria Madalena e tido dois filhos. As informações são do The Mirror UK.

Os detalhes do novo livro, descoberto na Biblioteca Britânica, serão revelados em uma coletiva de imprensa. Mas, segundo os especialistas, o manuscrito afirma que Jesus se casou com Maria Madalena, que aparece em todos os outros Evangelhos da Bíblia, especialmente em momentos importantes da vida de Cristo, como em sua ressurreição.

Ela teria tido dois filhos com ele. E, ao que tudo indica, o novo “Evangelho” cita o nome dos supostos descendentes.

Muitos especialistas minimizam a importância histórica da bíblia, mas, de acordo com os tradutores do novo evangelho, ela tem mais importância do que se pensava anteriormente.

Em alguns livros, como em Lucas, Maria Madalena é descrita como “pecadora”, sendo associada à prostituição. O "Evangelho perdido" não é o primeiro a afirmar que Jesus se casou com Maria.

Maria Madalena já aparecia em evangelhos existentes e está presente em muitos dos momentos importantes registrados na vida de Jesus.

Nikos Kazantzakis, em seu livro de 1953, "A última tentação de Cristo" e, mais recentemente, Dan Brown, em "O Código Da Vinci", fizeram a mesma alegação.

As revelações do livro, incluindo os nomes dos filhos de Jesus, serão conhecidas no lançamento da obra nesta quarta-feira. A editora Pegasus confirmou a publicação.

Com informações d'O Globo e Terra
Visto em: ,