Meias fedorentas podem ser usadas no combate ao mosquito da malária!

| 21 de jul de 2011
Os mosquitos que se cuidem,
porque a “armadilha do chulé” vem aí!

Os cientistas estão dando duro para descobrir uma nova arma para combater a malária, e agora parecem ter encontrado uma bem incomum: meias fedidas!

Segundo Dr. Fredros Okumo, cientista da Tanzânia que está liderando o estudo, a “armadilha do chulé” atrai quatro vezes mais os mosquitos causadores da malária que o cheiro humano. Junto com sua equipe, Dr. Okumo criou um spray artificial de chulé que impede a entrada dos mosquitos na casa.

Espera-se que este novo “dispositivo” ajude a impedir a propagação da malária, que mata 800 mil pessoas por ano, sendo a maioria crianças. “A doença já levou muitas vidas, inclusive de pessoas muito próximas a mim, e minha esperança é que essa nova descoberta seja parte da solução”, declarou Dr. Okumo.

A pulverização com o “spray de chulé” em ambientes fechados já se mostrou eficiente no combate aos mosquitos, agora os cientistas querem fazer a “armadilha” funcionar também em ambientes abertos.

Os especialistas do Instituto de Saúde Ifakara, da Tanzânia, afirmaram que as meias fedorentas foram a isca mais eficaz. Uma vez dentro da armadilha, os mosquitos são envenenados.

De acordo com os cientistas, o fedor primeiro atrai os mosquitos dentro de um raio de 110 metros e depois os mata por conter substâncias nocivas em sua composição. A Fundação Bill e Melinda Gates deu uma bolsa dois anos para os pesquisadores continuarem com os estudos.


Fonte: Vírgula
Visto em: ,