Irmãos que dividem corpo completam 4 meses de vida no PA

| 26 de abr de 2012

O nascimento no Pará dos gêmeos que dividem o mesmo corpo é mais um caso de malformação genética registrado na medicina, mas com características únicas.


Com uma expectativa de vida inicial de 45 dias, os gêmeos siameses Emanuel e Jesus completam quatro meses nesta última quinta-feira (19/04). Os dois meninos, que dividem quase todos os órgãos vitais, estão na unidade de tratamento intensivo (UTI) do Hospital de Clínicas Gaspar Vianna, em Belém (PA). Jesus, que tem uma situação mais delicada, precisa da ajuda de aparelhos para respirar em alguns momentos.

Emanuel e Jesus, os irmãos siameses do Pará

A assessoria de imprensa do hospital diz que o estado dos dois está estável. Inicialmente, os gêmeos foram internados na Santa Casa de Misericórdia, referência neonatal na região, mas foram transferidos para o Hospital de Clínicas, referência em cardiologia, devido a sua condição única. O que mais aspira atenções no caso é o coração dos dois, que é, de certa forma, a fusão de dois órgãos, como se um coração estivesse dentro de outro. Conforme a assessoria, essa formação cardíaca é única na medicina.

O hospital afirma que os médicos aprendem muito com esse caso, já que boa parte da condição deles é inédita. Entre os procedimentos pelos quais os gêmeos passaram está a implantação de um stent, um equipamento usado para dilatar uma artéria ou veia parcialmente fechada, o que melhorou bastante a situação dos dois.

A mãe dos meninos, Maria de Nazaré, 23 anos, contou no dia seguinte ao nascimento que chegou ao hospital dizendo que o nome da criança era Emanuel, mas ao ser informada por uma enfermeira que são dois meninos, deu o nome de Jesus ao outro.

Fonte: Terra
Visto em: ,