Egito anuncia fase final de museu que abrigará 100 mil antiguidades

| 18 de mar de 2014
Acervo do Grande Museu do Egito incluirá a múmia do faraó Tutancâmon.
País quer voltar a estimular a indústria do turismo, afetada por conflitos.

O ministro das Antiguidades do Egito anunciou que já está em curso a construção do salão principal do grande novo museu egípcio, que ficará na região das pirâmides. Esta é a última fase do complexo que deve abrigar cerca de 100 mil artefatos antigos, incluindo a múmia do faraó Tutancâmon.
Técnico manipula uma múmia do sexo feminino datado entre 712 e 323 a.C,
 no centro de conservação do Grande Museu do Egito, que está em construção em região próxima do Cairo, no Egito
(Foto: AP Photo/Amr Nabil)

O ministro Mohammed Ibrahin e o ministro de cooperação internacional do Egito visitaram o terreno de cerca de 48 hectares nesta segunda-feira (17). Autoridades estão tentando reavivar a indústria do turismo no Egito, prejudicada depois de três anos de conflitos políticos e sociais.

O Grande Museu do Egito deve inaugurar em 2015, segundo Hideki Matsunaga, o chefe representante da Agência Japonesa de Cooperação Internacional, que está financiando parcialmente o projeto. Porém, autoridades admitem que pode haver atrasos.

De acordo com Matsunaga, a agência está providenciando cerca de US$ 350 milhões em empréstimos facilitados para financiar o projeto de US$ 800 milhões.
Funcionário higieniza uma sandália de papiro da coleção do faraó Tutancâmon
 (Foto: AP Photo/Amr Nabil)

Engenheiro gesticula para os colegas no local de construção do Grande Museu do Egito, próximo ao Cairo
 (Foto: AP Photo/Amr Nabil)

Técnico trabalha em peça no centro de conservação do Grande Museu do Egito,
 que está em construção em região próxima do Cairo, no Egito
 (Foto: AP Photo/Amr Nabil)


Fonte: G1
Visto em: , ,