Mecânico faz bandeira do Brasil de 0,7 milímetro e quer entrar no 'Guinness'

| 25 de mai de 2014
Wesley D’Amico, morador de Mombuca (SP), é artista nas horas vagas
Ele usou lupa e agulha extrafina para conseguir pintar quadro 'minúsculo'.

O mecânico Wesley D’Amico, de 36 anos, trabalha como artista plástico nas horas vagas e criou um quadro com uma bandeira do Brasil de apenas 0,7 milímetro, menos de 1 milímetro. Morador de Mombuca (SP), ele disse acreditar que fez a menor reprodução da bandeira brasileira no mundo e pretende entrar no Guinness World Records, o livro dos recordes, e no RankBrasil.

Quadro da bandeira comparado com palito de fósforo e uma agulha
(Foto: Wesley D’Amico/VC no G1)
“Quando fiz o quadro não tinha intenção de entrar no Guinness Book. Mas depois de algum tempo vi que realmente era muito pequeno e por isso vou correr atrás. No Brasil tenho certeza que não existe quadro desse tamanho”, afirmou.

Quadro de 0,7 milímetro na ponta do dedo do artista
(Foto: Wesley D’Amico/VC no G1)
O mecânico contou ter usado uma lupa e uma agulha de ponta extrafina para pintar a bandeira em papel cartão e com tinta óleo. Ele demorou quatro dias para fazer o quadro, que tem moldura de 1,3 milímetro.

Antes de fazer a pintura, D'Amico fez um curso de joalheria em Limeira (SP) e decidiu fazer quadros de 10 milímetros. “Não contente com o tamanho, fui diminuindo. Primeiro fiz a moldura para saber se eu era capaz, não exista lima (ferramenta usada para acabamento nas peças serradas). Eu tive que dar acabamento com a própria serra. Depois disso veio o desafio de fazer a pintura. Então decidi homenagear o Brasil.”

Antes de concluir a obra minúscula, o mecânico fez ao todo 20 pinturas "erradas" e maiores. Ele relatou como foi colocar o azul no quadro. "Uma gotinha de tinta caiu bem no centro, completando a bandeira." D’Amico contou ainda que quase perdeu a pintura durante o trabalho. Um vento "jogou" o quadro longe, mas ele o encontrou em seguida.

A arte

Em 2000, o mecânico recebeu um convite para trabalhar com madeira, já que havia deixado de consertar veículos temporariamente. Foi nesse período que ele começou a se aventurar com obras de arte.
Morador de Mombuca quer entrar no 'Guinness' com bandeira minúscula
(Foto: Wesley D’Amico/VC no G1)
Atualmente D’Amico trabalha como mecânico e artista plástico. “Desenvolvi o ‘Labirinto’, uma arte geométrica e simbólica, de formato inexistente, e depois o ‘MosBor’, um mosaico de fotos com borboletas desfragmentadas que revelam imagens impressionantes. Também faço arte com chamas, são retalhos de madeira que são queimados e eu fotografo fazendo as obras de arte.”

D'Amico faz quadros de milímetros em Mombuca
(Foto: Wesley D’Amico/VC no G1)
Fonte: G1
Visto em: , , ,