Mulher dá à luz a bebê concebido com esperma congelado de marido morto

| 30 de jun de 2011

A professora recorreu à Justiça
para poder utilizar o esperma congelado

Uma mulher de Curitiba (PR) deu à luz a uma menina concebida por inseminação artificial com o esperma congelado de seu marido, que morreu no ano passado em decorrência de um câncer de pele.

A mãe do bebê, Kátia Lenerneier, deve deixar a maternidade nesta quarta-feira na companhia de sua filha, que nasceu com saúde perfeita.

Kátia, que é professora, qualificou o nascimento da filha, que será batizada como Luisa Roberta, como "um recomeço" e afirmou que a nenê se parece muito com o pai, segundo o jornal Bom Dia Brasil, da Rede Globo.

"Ela é a nossa maravilha, os traços são muito parecidos com os do pai e isso só nos deixa ainda mais contentes, afinal, é a lembrança dele ainda mais forte", disse a mãe, que acrescentou que o nascimento de sua filha é um exemplo de superação à dolorosa morte de seu marido.

"Eu que passei pela morte dolorosa do meu marido, sei o quanto é importante darmos valor à vida", disse.

O casal havia tentado uma gravidez, sem sucesso, quando o marido de Kátia ainda estava vivo e, por isso, decidiram congelar uma amostra de sêmen para tentar uma inseminação artificial.

Após a morte de seu marido, a professora recorreu à Justiça para poder utilizar o esperma congelado, já que ele não deixou por escrito uma autorização que permitiria à sua esposa continuar com o tratamento no caso de sua morte.



Fonte: Vírgula
Visto em: ,